Ubiqua | Voltar ao Início

"foi com o IComradio que eu aprendi a ter domínio de edições audiovisuais"

"foi com o IComradio que eu aprendi a ter domínio de edições audiovisuais"
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Lívia Ferreira é ex-aluna do curso de Editor de Mídias audiovisuais do Projeto Jovens Radialistas, realizado pelo IComradio\Ubiqua na cidade de Teresina – PI. Lívia adora ler e escrever e essa paixão fez com que ela buscasse desenvolver, juntamente com amigos vários projetos ligados a comunicação, mas para tocar esses projetos Lívia buscou se qualificar e viu no curso do IComradio a oportunidade de adquirir novos conhecimentos.

"foi com o IComradio que eu aprendi a ter domínio de edições audiovisuais"

“Eu decidi fazer o curso de Edição de Mídias Audiovisuais quando ainda estava no primeiro período da universidade no curso de jornalismo, eu, o Eduardo e Kelly, dois colegas de sala, por que a gente tava naquela sede, de tá empolgado com o jornalismo e tudo... A gente queria... [...] surgiu uma oportunidade, um curso do IComradio que tem a ver com comunicação, vamos nos inscrever? Ai a gente se inscreveu e gente fez [o curso], no começo foi por causa disso, a gente queria mais conhecimento e a gente conseguiu, né?”

Lívia atua juntamente com colegas em vários projetos relacionados a comunicação, como é o caso do Blog Jornal de Quinta, para o qual a ex-aluna escreve com frequência, o Clube de Leitura Papel de Mulher, do qual Lívia também faz parte, dentre outros projetos desenvolvidos pela jovem. Atualmente Lívia também atua como repórter estagiária do Portal Piauí Hoje.

“Hoje eu sou repórter estagiária do Portal Piauí Hoje e eu também tenho outros trabalhos a parte, que eu escrevo em blogs, o Blog Jornal de Quinta e também ministro um clube de leituras em Timon -MA”.

A comunicadora Lívia afirma ainda, que o IComradio tem uma grande influência dos trabalhos que ela exerce hoje, pois foi com o IComradio/Ubíqua que ela aprofundou os seus conhecimentos sobre produção audiovisual e sobre o gerenciamento de mídias sociais, conseguindo atuar nas redes sociais de forma mais profissional, tanto no seu perfil, como no perfil dos seus projetos. Lívia diz ainda que também foi no Instituto que ela pode conhecer mais sobre os seus direitos trabalhistas e sobre as leis que regem o mercado de trabalho.

“O IComradio tem grande influência nesses trabalhos, primeiro foi com o IComradio que eu aprendi a ter domínio de edições audiovisuais e ai eu pude engajar as minhas redes sociais, as redes sociais do meu projeto e também foi com o IComradio que eu tive iniciação jurídica na parte de emprego com a professora Ingrid Medeiros, ela nos deu dicas de entrevistas, falou pra gente sobre as leis, as normas, também explicou pra gente a CLT, então eu absorvi bastante conhecimento na área do mercado de trabalho com o IComradio”.

A egressa do IComradio diz que consegue hoje usar muitos dos conhecimentos adquiridos nas disciplinas nos trabalhos que ela exerce, tantos os conhecimentos técnicos relacionados a produção audiovisual, como também os conhecimentos relacionados ao mundo do empreendedorismo, visto que a inovação e o pensamento estratégico é muito importante para que ela continuei tocando alguns projetos, como é o caso do Papel de Mulher.

"foi com o IComradio que eu aprendi a ter domínio de edições audiovisuais"

“Hoje eu uso os conhecimentos adquiridos no IComradio aplicando nos meus trabalhos de diferentes formas, a partir das áreas que foram estudadas durante o curso. No meu blog no Jornal de Quinta eu uso técnicas do audiovisual, assim como no Papel de Mulher também. No Papel de Mulher eu uso mais especificamente a parte de empreendedorismo que eu absorvi um pouco, que teve essa iniciação no Curso de Mídias Audiovisuais e também agora no Curso do IComradio de Empreendedorismo Digital, eu aplico eles [os conhecimentos] muito na parte do Papel de Mulher. E no meu emprego atual eu uso técnicas dos meus professores sobre técnicas de filmagens, câmera, de abordagem do entrevistado e tudo mais”.

Lívia ressalta que o IComradio lhe proporcionou também uma grande experiência que foi participar da equipe de comunicação responsável pela cobertura do Seminário Internacional: Outro Mundo do Trabalho é Possível, realizado na cidade de Teresina. Lívia diz que essa foi a sua primeira experiência com a cobertura de grandes eventos e uma excelente oportunidade de fazer um intercambio de conhecimentos com os colegas do IComradio, com outras organizações parceiras da Rede Ponte, além de conhecer pessoas novas.

 "foi com o IComradio que eu aprendi a ter domínio de edições audiovisuais"

“O Seminário Internacional foi a minha primeira experiência de cobertura, foi assim uma coisa bem decisiva pra mim, porque eu não tinha ideia de como era, de como deveria ser e o Seminário me ajudou  bastante a como iniciar, como abordar um entrevistado, os modos de abordar [...] esse contato, essa prática eu tive no seminário internacional, além, claro, de conhecer pessoas novas, de ter oportunidade de se integrar com os outros alunos do IComradio e também com os outros parceiros da Brücke • Le pont”.

Lívia deixa ainda uma mensagem para aqueles, que assim como ela, querem se aventurar no mundo da comunicação.

“O conselho que eu dou para quem vai entrar no ramo da comunicação, quem tem curiosidade para entrar é que a pessoa se conheça bem, conheça os seus limites, conheça o que você gosta ou não de fazer, porque a comunicação te exige muito e também te faz descobrir muito sobre si”, concluiu Lívia Ferreira.

 

 

 

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES! Acompanhe artigos, histórias de sucesso e vídeos! Cadastre-se agora mesmo!


 
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para "foi com o IComradio que eu aprendi a ter domínio de edições audiovisuais"

Enviando Comentário Fechar :/